O ARRANCA CORAÇÕES # 218 (PODCAST VIA MIXCLOUD)

        “Global Pop First Wave” Emissão de 04 de Dezembro 2016 via MIXCLOUD Victoria Regia, “Intermediate Stages of Bloom”, 1854. 01 I Delfini  Fate Come Noi 02 Szorenyi Levente, Szorenyi… Continuar a ler

2016 em retrospectiva

“Entia non sunt multiplicanda praeter necessitatem” [What can be done with fewer is done in vain with more], Ockham’s razor (Lex Parsimoniae). Este ano não me alargarei em grandes narrativas, pelo que apenas listarei… Continuar a ler

“The Kingdom Of Shadows” – Casa das Artes

13 Dezembro | 21:30 | Casa das Artes, Porto The Kingdom Of Shadows (2016) Um filme de Daniel Fawcett & Clara Pais Filmado em Portugal com um elenco internacional, ‘The Kingdom Of Shadows’… Continuar a ler

“Magnethism” by Rasalasad feat . Von Magnet and Wildshores

Como já referi no artigo do passado dia 26, a Thisco iniciou uma nova série de edições cujo suporte de eleição é o CD ou a K7. Estes lançamentos consistem no resultado final… Continuar a ler

O Arranca Corações # 218 “Global Pop First Wave”

Na madrugada de Sábado para Domingo, dia 03 de Dezembro, da 01:00h às 02:00h da manhã, vai para o ar mais uma emissão d’O Arranca Corações. Raghuvir Mulgaonkar, “Vishnu in Universal Form”, 1900’s. Na próxima edição deste programa vamos conhecer a… Continuar a ler

O ARRANCA CORAÇÕES # 217 (PODCAST VIA MIXCLOUD)

“Sim, Eles São Estranhos (2ª parte)” Emissão de 27 de Novembro 2016 via MIXCLOUD “Haunted Air: Anonymous Halloween photographs from c. 1875–1955” by Ossian Brown, David Lynch (Introduction), Geoff Cox (Afterword), published by Random House UK (October 28, 2010).… Continuar a ler

“Thisturbia” by Rasalasad vs Amantra

Como é do conhecimento de muita gente, a Thisco é uma das iniciativas editoriais mais interessantes actualmente existentes em Portugal. A Thisco, criada em 2001 por Luís van Seixas e Fernando Cerqueira em 2001, teve numa fase inicial como primeiro… Continuar a ler

Bibliofilia # 16 “O Castelo da Ceia”

“Senhor, porque me abandonaste? Por que razão devo aprender de uma forma tão crua que um cão equivale a um padre, e que qualquer um me pode iniciar à Vossa ausência? Agora, um… Continuar a ler

“La sangre del sol y la luna coagulada” by FARMACIA

Os meus argentinos predilectos têm um novo disco! Editado no passado dia 13 de Novembro, “ La sangre del sol y la luna coagulada ” é, na minha humilde opinião, o melhor registo até… Continuar a ler

Aleister Crowley em destaque no nº 21 da revista BANG!

O número 21 / Novembro 2016 da Revista BANG!, uma publicação bianual da editora Saída de Emergência, contém um artigo da minha autoria sobre aquele que um dia foi apelidado como o “homem… Continuar a ler

Bibliofilia # 15 “Aleister & Adolf”

“Most of the stuff in this story really happened. The rest may as well have. It’s all how you connect the dots.” ― Douglas Rushkoff “Aleister & Adolf”, de Douglas Rushkoff & Michael… Continuar a ler

O Arranca Corações # 217 “Sim, Eles São Estranhos (2ª parte)”

Na madrugada de Sábado para Domingo, dia 27 de Novembro, da 01:00h às 02:00h da manhã, vai para o ar mais uma emissão d’O Arranca Corações. “Haunted Air: Anonymous Halloween photographs from c. 1875–1955” by Ossian Brown, David Lynch (Introduction), Geoff Cox (Afterword), published by Random… Continuar a ler

Bibliofilia # 14 “On Heroes, Hero-Worship, and The Heroic in History”

“Permanence, perseverance and persistence in spite of all obstacles, discouragements, and impossibilities: It is this, that in all things distinguishes the strong soul from the weak.” ― Thomas Carlyle “Os Heróis”, de Thomas… Continuar a ler

O ARRANCA CORAÇÕES # 216 (PODCAST VIA MIXCLOUD)

“Sim, Eles São Estranhos” Emissão de 20 de Novembro 2016 via MIXCLOUD “Haunted Air: Anonymous Halloween photographs from c. 1875–1955” by Ossian Brown, David Lynch(Introduction), Geoff Cox (Afterword), published by Random House UK (October 28, 2010). 01 Quantum Maya,… Continuar a ler

Bibliofilia # 13 “Essai de Critique Indirecte”

“Un musée est une morgue. La seule chance de s’émouvoir est d’y reconnaître un ami. Un ami derrière le cadavre. ” ― Jean Cocteau “Essai de Critique Indirecte”, de Jean Cocteu, Grasset, 1932.… Continuar a ler