O Arranca Corações

AC-400x400

A primeira emissão d’ O Arranca Corações – designação obviamente usurpada ao escritor francês Boris Vian – foi transmitida no dia 23 de Setembro de 2012. Integrado na grelha de programação da Rádio NFM desde essa altura, este programa de autor tem mantido de forma ininterrupta a sua periodicidade e horário de transmissão, tendo acompanhado a transformação desta estrutura na Golo FM – um projecto materializado em finais de 2016.
Alicerçado na interrogação de um outro radialista, o britânico John Peel, – “para quê fazer mais do mesmo?”, os primeiros quatro anos de actividade focalizaram-se essencialmente no contexto da música exploratória nacional. O ano de 2017 assistiu à implementação de uma nova estratégia. Pela porta onde anteriormente entravam cem agora apenas cabem cinco. Para os eventuais interessados encontra-se disponibilizado um arquivo que congrega cerca de duzentas emissões subordinadas à Música Experimental Portuguesa.
Actualmente, o enfoque do programa incide na criação de paisagens sonoras conceptualizadas a partir da obra de aclamados criadores internacionais. Sempre à margem do cinzentismo mainstream. Continua, no entanto, a não ser descurada a realização de entrevistas a artistas nacionais e estrangeiros de reconhecido mérito.
Antecipando-se à implementação das vápidas (e totalitaristas) quotas de Género, O Arranca Corações também possui uma nova rubrica mensal – “Musica Femina”.
O lema, esse, é o mesmo de sempre: “Fazei como de vossa vontade, deverá ser o todo da Lei!
Pel’Arranca Corações já passaram Pierre – Luc Vaillancourt (realizador canadiano), a dupla de realizadores, Clara Pais & Daniel Fawcett (The Underground Film Studio), Alina Bako (escritora romena), Ana Carvalho (artista intermédia) Jonathan Uliel Saldanha (produtor e compositor), Catarina Miranda (artista cujo trabalho intercepta dança, performance, cenografia e luz), Rui Torres (prof. Univ. e poeta, administrador do POeX – Arquivo Digital da Poesia Experimental Portuguesa), Miguel Carneiro (Oficina Arara), Gilberto de Lascariz (escritor e esoterista), Mónica Ovaia & André Mendes (Amplificasom), Filipe Silva (aka HystericalOneManOrchestra e um dos membros fundadores do colectivo SOOPA), Rita BragaPedro Augusto (Ghuna X e Live LowSimon Huw Jones (vocalista dos And Also the Trees, banda pós-punk britânica, fundada em Worcestershire, no ano de 1979) e Ivan Novak (membro fundador dos Laibach e do NSK, colectivo artístico esloveno), Florian Hecker (músico alemão), Robin Mackay (filósofo, director da Urbanomic, uma editora e organização artística britânica. Editor de Collapse: Journal of Philosophical Research and Development), Johan Aernus e André Guerra (ambos elementos da banda Karnnos), Didi Kern, Tomáš Procházka, e Petr Vrba (elementos da banda austro-checa Poisonous Frequencies), Hugo CarvalhaisHolger Lund (o mentor da editora discográfica Global Pop First WaveRichard H. Kirk (Cabaret Voltaire), Nigel Ayers (Nocturnal Emissions), entre muitos outros.

tumblr_nptsp8sl8x1rtynt1o1_1280

Johannes Tauler, “Helleleuchtender Hertzens-Spiegel”, 1705

O programa é transmitido semanalmente, todas as madrugadas de Sábado para Domingo, da 01:00h às 02:00h da manhã, na Golo FM.

golo-fm

A Golo FM faz bater mais forte o coração da música independente!

SAINT JULIAN on

Mixcloud-large-white-300x100