O Arranca Corações # 212 “Marcus Junius Brutus”

“I have not come to praise Caesar, but to bury him.”
Marcus Junius Brutus, o Jovem

Na madrugada de Sábado para Domingo, dia 23 de Outubro, da 01:00h às 02:00h da manhã, vai para o ar mais uma emissão d’O Arranca Corações.

01_brutus-this-marble-bust-is-identified-by-some-as-a-portrait-of-marcus-junius-brutus-caesars-best-known-assassin

BRUTUS. This marble bust is identified by some as a portrait of Marcus Junius Brutus, Caesar’s best-known assassin.

O assassinato de Júlio César – resultado directo da conspiração dos senadores romanos – foi perpetrado por Gaius Cassius Longinus e Marcus Junius Brutus, que apunhalaram o césar até à morte, nas imediações do do Teatro de Pompeia, nos Idos de Março do ano 44 a.C. Um dos assassinos, Marcus Junius Brutus, suicidou-se dois anos depois, no dia 23 de Outubro de 42 a.C. Esta emissão d’O Arranca Corações é dedicada à memória do tiranicida, na ânsia de que a sua acção, cometida há mais de dois mil anos, continue a servir de ensinamento às gerações futuras.
Para esta que é a emissão nº 212 deste programa, seleccionei um conjunto de temas cuja radiodifusão até à data é inédita. Assim, os meus queridos ouvintes poderão escutar os trabalhos mais recentes dos seguintes artistas: Iurta (banda de J.A. e André Coelho, projecto que percorre os trilhos sonoros do Industrial e do dark-ambient, e que se encontra em vésperas de editar o seu primeiro trabalho); Morte Botânica (projecto de música experimental, de Eduardo Cardoso, que utiliza a arte, a poesia e o ruído como recursos para a construção de arquitecturas cacofónicas); Kubik (aliás Victor Afonso, de regresso às edições discográficas, através do seu álbum mais recente: “Rock Extravaganza”); A Constant Storm (projecto da cidade do Porto, liderado por um dos músicos mais talentosos da nova geração  dedicada ao Metal: Daniel Laureano); Nuno Alves (numa estreia promissora, cujo destaque vai inteirinho para as suas composições de toada apocalíptica; Melyra (banda brasileira (Rio de Janeiro) de Heavy Metal influenciada por Black Sabbath, Iron Maiden, Metallica e Megadeth, composta por Vêronica Vox, Fe Schenker, Roberta Tesch, Nena Accioly e Ana de Ferreira) e os NU: N (banda da cidade do Porto que se tem destacado na cena Rock-Gótica europeia).
Os meus caros ouvintes podem acompanhar a transmissão do programa através das seguintes frequências de transmissão da NFM, ou então, se assim o preferirem, através da emissão online.

frequc3aancias-nfm

A Rádio NFM faz bater mais forte o coração da música independente!