“Fazei como de vossa vontade, deverá ser o todo da Lei“

“Seven years after his death – in 1954 – the Finchley Public Library declined to purchase a copy of John Symond’s biography of Crowley, or even to try to borrow it from another branch. The friend of mine who tried to order it was told that libraries intend to circulate literature, and by no stretch of imagination could Crowley be associated with literature.
It cannot be denied that the librarian had a point: Crowley was a mountebank. In spite of this he deserves serious consideration, for he was a magician in the original sense – a mage rather than an ‘occultist’ or ‘spiritualist’. His character was flawed and complex, but his career certainly followed the parabolic course of rise and downfall that seems typical of magicians.”

Colin WILSON, “The Occult, a History”

by Universal Pictorial Press and Agency Ltd, vintage print, June 1934

Aleister Crowley by Universal Pictorial Press and Agency Ltd, vintage print, June 1934

Só agora dei conta do facto de já terem decorrido exactamente três meses após o lançamento da nova tradução para a língua portuguesa do “Livro da Lei”, o texto sagrado central para Thelema, que terá sido ditado a Aleister Crowley, aquando da sua estadia no Cairo em 1904, durante os dias 08, 09 e 10 de Abril.

capa Livro da LeiEsta tradução é da autoria de Rodolfo Oliveira, também ele o responsável pela materialização desta edição através das Oficinas TK.
A capa desta edição consiste numa gravura a linóleo, realizada igualmente pelo Rodolfo, e é inspirada no triângulo ABRAHADABRA. As letras estão ocultas, mas o sentido permanece, garante-nos o tradutor. São 11 pontos em cada aresta, e mais 11 pontos visíveis no fundo do triângulo, reiterando a relação do 5+6 tão cara aos thelemitas. Impressa em tinta de base óleo e cartolina kraft.
O livro que tem 152 páginas, impressas num adorável papel de tom salmão, foi carinhosamente encadernado à mão em estilo japonês combelo e rústico fio norte. Cada livro contém, subtis diferenças entre si derivadas do processo de fabrico artesanal, e é numerado (a tiragem é de 93 exemplares). Os livros custam 13eur (+portes), salvo os primeiros 23 que tiveram o valor promocional de 9.3eur. As encomendas podem ser efectuadas através do seguinte endereço de correio electrónico: oficinastk@gmail.com
Não obstante a materialização deste texto fundamental, o Rodolfo, num acto de extrema generosidade decidiu colocar para download gratuito, a sua tradução do” Liber AL vel Legis”, em formato PDF. Note-se que esta edição não contém o fac-simile do manuscrito, as notas ou a tradução da Estela da Revelação presente na edição impressa. O texto pode ser obtido AQUI.

Júlio Mendes Rodrigo photo by Ana carvalho

Eis-me, no conforto do lar, folheando o meu exemplar (o número 23) do “Livro da Lei”. A foto foi tirada pela Ana Carvalho.