O Arranca Corações # 168 “À Conversa com Rita Braga”

Na madrugada de Sábado para Domingo, dia 20 de Dezembro, da 01:00h às 02:00h da manhã, vai para o ar mais uma emissão d’O Arranca Corações.

01 Rita Braga by Chris Carlone

Rita Braga por Chris Carlone

Naquela que será a penúltima emissão deste ano, estaremos à conversa com uma artista muito especial, refiro-me a Rita Braga. Para os meus ouvintes / leitores que não estejam familiarizados com o seu trabalho fica aqui uma curta bio desta trovadora excepcional.
Rita Braga (Lisboa, 1985) é cantora e multi-instrumentista. Nas suas performances ao vivo tem-se dedicado a um repertório pouco convencional em mais de dez línguas que vai de folk sérvio a clássicos de bollywood, para além de composições originais. Também foi autora de bandas sonoras, fez música para publicidade e deu voz a personagens de uma curta de animação. A par do percurso musical, teve formação em artes gráficas (BD, ilustração e animação) e completou a licenciatura em Ciências Musicais na Universidade Nova de Lisboa em 2009. Desde 2004 tem actuado ao vivo um pouco por toda a Europa, EUA e Brasil em contextos que vão desde clubes underground, festivais, burlescos, escolas, galerias de arte, oficinas de impressão. Em 2011 e após 3 EPs de gravações caseiras low-fi, lançou o álbum de estreia “Cherries That Went To The Police”, produzido por Bernardo Devlin, aclamado pela crítica e pelo público. O primeiro EP de originais, “Gringo in São Paulo” foi escrito e gravado durante o período em que viveu em São Paulo em 2013 e editado em Portugal em Março de 2015, em formato vinil 7”. A par do lado artístico, Rita Braga é produtora musical, editora, e produz cabarés imprevisíveis e esporádicos na cidade do Porto. As suas influências provêm de sonhos, da casa onde habita e da cidade onde mora, de desenhos animados dos anos 30, do cinema de Billy Wilder e de divas cósmicas como MM, Carmen Miranda, Violeta Villas, Marika R ökk, ou Esma Redzepova. Formou bandas espontâneas em Portugal, no Brasil, nos EUA e na Suécia e contou com muitas colaborações com músicos como The Legendary Tigerman, Victor Coyote, Felix Kubin, Dorit Chrysler, Bernardo Devlin, Norberto Lobo, O Gringo Sou Eu, Presidente Drógado, Vítor Rua, Borts Minorts. (www.superbraguita.com)
Os meus caros ouvintes podem acompanhar a transmissão  do programa através  das seguintes frequências de transmissão da  NFM, ou então, se assim o preferirem, através da emissão online.

frequc3aancias-nfm

A Rádio NFM faz bater mais forte o coração da música independente!