O Arranca Corações # 139 “ANDRÓMEDA TALKS III – Jonathan Uliel Saldanha”

Na madrugada de Sábado para Domingo, dia 31 de Maio, da 1h às 2h da manhã, vai para o ar mais uma emissão d’O Arranca Corações.
Esta edição consistirá na transmissão integral da conversa com o produtor e compositor Jonathan Uliel Saldanha (+ Júlio Mendes Rodrigo), realizada no passado dia 9 Maio. Este diálogo fez parte da ANDRÓMEDA TALKS, uma série de conversas com artistas realizadas no âmbito da iniciativa Semana ANDRÓMEDA nos Maus Hábitos (6, 7, 8 e 9 de maio 2015).

2015-05-09 15.11.03Jonathan Uliel Saldanha e Júlio Mendes Rodrigo, foto por Gabi Von Dub

A conversa entre Jonathan Saldanha e Júlio Mendes Rodrigo tomou como ponto de partida o seguinte excerto, retirado de um texto publicado por André Masson no “Les Cahiers du Sud”. Nº 233, Março 1941: (…) Ils font penser à l’exemple célèbre de l’enfant qui jette une pierre dans l’eau, admire les cercles qui s’y dessinent et les considère comme un ouvrage où il trouve «l’intuition de ce qui est sien». En accomplissant cet acte, l’enfant montre instinctivement l’impulsion qui est à l’origine de toute expression : transformer le monde extérieur, – mettre son empreinte. Mais les pèlerins de l’abstraction, eux, ne font que s’enfermer dans les lieux arides où règne l’indifférence (…)
Eis o mote para uma conversa que percorreu alguns dos campos lexicais em que HHY opera. Eco, pré-linguagem, selva e sacrifício, são apenas alguns desses territórios. Nesta emissão, existirá ainda lugar para revisitar o magnífico registo de Jonathan Uliel Saldanha, “The Earth as a Floating Egg”. A não perder!

α

Jonathan Uliel Saldanha: produtor e compositor cujo trabalho foca as relações entre o som e as suas ressonâncias, territórios negativos, o eco, a pré-linguagem, o carácter visceral da voz, frequências infrasónicas e o “dub” intra-craniano.
Saldanha mantém actividade nos projectos HHY & The Macumbas, U.S.S., Fujako, Beast Box e Mécanosphère, entre outros, e é co-fundador do colectivo artístico portuense SOOPA.
Nas apresentações do seu projecto a solo HHY, Saldanha explora a intersecção entre o “dub” em tempo real, a electroacústica, sons percussivos, frequências sub-graves inspiradas nas culturas da música de dança desde meados do século XX, e acumulações massivas de canto coral e sopros, num contexto de manipulação do tempo nas suas vertentes acústica, física e mental.

Júlio Mendes Rodrigo: é licenciado em História (FLUP), com pós-graduação em Museologia (FLUP) e Especialização em Arte Multimédia (FBAUP). É autor do livro “Summa Techno(i)logicae” (2010) e escreve regularmente no seu blogue Die Elektrischen Vorspiele. Das suas áreas de interesse destaca-se a História Comparada das Religiões, a História da Filosofia Hermética e História das Correntes Esotéricas Ocidentais. Exerce funções editoriais na Coloana Infinita Editora e apresenta o programa radiofónico “O Arranca Corações” transmitido semanalmente na Rádio NFM. Actualmente administra a Andrómeda – Agenciamento & produção.

Ω

Os meus caros ouvintes podem acompanhar a emissão  do programa online, ou então através  das seguintes frequências de transmissão da  NFM.

frequc3aancias-nfmA Rádio NFM faz bater mais forte o coração da música independente!