“Surrealizar” em reflexos

“Que haja sonhos é raro, que haja espelhos,
Que o costumeiro e gasto repertório
De cada dia ilusório
Orbe profundo que urdem os reflexos”
BORGES, Jorge Luís. Os Espelhos Velados. In: O Fazedor. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1987.

Paulo Silva por Sílvia SilvaPaulo Silva por Sílvia Silva

Inaugurou no passado dia 11 (Sábado), na galeria do restaurante “Nabos da Púcara”, uma belíssima exposição de fotografia de Paulo T. Silva, intitulada “Nono Dia da Árvore do Mundo”.
A inauguração efectuou-se com a realização de uma actuação ao vivo de HystericalOneManOrchestra (aka Filipe Silva). Quem não teve possibilidade de marcar presença nesse dia poderá ainda fazê-lo até ao próximo dia 2 de Maio, uma vez que a exposição se encontra patente até este dia.
Altamente recomendado!

“Nabos da Púcara”, Rua da Picaria, nº40 – Porto