Lançamento de THE ABOLITION OF WORK – PART 2

Comics by Bruno Borges after Bob Black original text

OFICINA ARARA, 13 de dezembro às 18h
Rua Anselmo Braancamp, 519 – Porto

18h – Apresentação do livro e conversa
20h00 – Jantar
21h30 – Concerto  LAV LUR e OSSO VAIDOSO
00h00 – F E S T A ! (Dj Gorila e Dj DiAEYDYANDiJiAAAYAYANANDiEiEAD)

carpenterCompanion Carpenter – Fragment of a Woodcut of the Fifteenth Century, after a Drawing by Wohlgemuth for the “Chronique de Nuremberg.”

E ao sétimo dia, 13 de Dezembro, às 18h00,
abrem-se as portas verdes para se falar sobre o que se pensa,
para se perguntarem respostas difíceis às dúvidas das certezas,
para nos sentarmos a comer e a beber entre amigos, moda antiga como o ócio,
para retimbrar o corpo ao som,
para o tudo que traz o nada,
para descansar sem cansaço,
para lembrarmos o que viemos ao mundo fazer.

Porque ainda nos é dito, à nascença, meu filho levanta-te que já é tarde;
Porque nos é legado, na escola, que a disciplina não se questiona e que as resposta certas se dão no exame certo, à hora certa, com o nome ano idade no cabeçalho;
Porque coitadinho pelo menos tem trabalho;
Porque o meu trabalhinho é o mais lindo de todos;
Porque bom dia, fala a Marta;
Porque o negócio é o novo sacerdócio;
Porque o trabalho liberta, pelo menos à hora de ir ao quarto-de-banho;
Porque nos prescrevem baixas, medicam sonos, induzem-nos à zombieria e no fim é uma doença crónica, que já vem da infância, derivada do sol;

Porque se pôs a cigarra a morrer à fome, o que traumatiza qualquer criança.
Porque vai trabalhar, malandro;
Porque a produtividade, ora aí está;
Porque ai aguenta aguenta – que ainda de manhã foste mijar;
Porque os bolsos foram feitos para aforralhar e os corpos para hipotecar;
E o empreendedorismo para dar a volta ao mundo e dar nas vistas também;
E as horas para esticar, alongando o dia na noite, aproveitando a iluminação pública e gratuita do Natal;
E os filhos nos avós;

E já sortinha temos nós, porque depois de suar durante seis, fez deus o sétimo dia a mais –
exemplo exemplar do que é trabalhar sem se queixar!