Réponse de Femmes: Notre Corps, Notre Sexe + Les Anges Exterminateurs

[Sol] Cineclube
CICLO DE CINEMA – Res Nullius / Corpo de Ninguém
Quinta – Feira, 06 Novembro de 2014 às 21:30h
Rua do Sol, nº172 – Porto

“I’m not interested in seeing a film just made by a woman – not unless she is looking for new images.”

Agnès Varda

O Cineclube Sol prossegue com o ciclo de cinema “Res Nullius”, através da sua oitava sessão que se realiza já na próxima-quinta feira.
O filme principal desta noite, realizado em 2006, intitula-se “Les Anges Exterminateurs” e é da autoria do francês Jean-Claude Brisseau. O filme centra-se na figura de François, um realizador de cinema que abraça um projecto cinematográfico em que pretende abordar os domínios do Erotismo feminino. A personagem principal consegue contratar três actrizes que aceitam ser filmadas em actos de índole sexual, no entanto, o infausto realizador está longe de imaginar o plano sinistro arquitectado pelas três mulheres, o qual, resultará num desfecho de consequências trágicas. É ainda digno de nota o facto de este filme apresentar alguns contornos autobiográficos, na medida em que Brisseau foi condenado, em 2002, a um ano de prisão (com pena suspensa), por acusações de assédio sexual, no âmbito de uma audição,  que lhe foram dirigidas por três mulheres.

Fotograma do filme Les Anges ExterminateursFotograma do filme “Les Anges Exterminateurs”

França; 2006
Drama
100 Min., cor
Idioma: francês
Legendas: Português

Como já é costume, este filme será precedido por uma curta-metragem. Desta vez escolhemos uma obra da realizadora francesa Agnès Varda, que ainda muito recentemente esteve entre nós, através de uma iniciativa protagonizada pela Universidade Lusófona do Porto.
“Réponse de Femmes: Notre Corps, Notre Sexe” data de 1975 (Ano da Mulher) e resulta de uma encomenda efectuada pela estação Antenne 2, que pedia a sete mulheres realizadoras que respondessem à questão: «Qu’est ce qu’une femme?». A resposta de Varda surgiu através de um ensaio visual, em que algumas mulheres falam de sexo, desejo, publicidade, bem como sobre o facto de terem ou não terem filhos. Note-se que o aparecimento de uma personagem nua no decurso deste filme, levou a que alguns telespectadores indignados tivessem efectivamente protestado por escrito o seu descontentamento perante a previamente referida estação televisiva.

Fotograma do filme Réponse de femmes Notre corps  notre sexe Agnès Varda 1975Fotograma do filme “Réponse de Femmes: Notre Corps, Notre Sexe”