Conferência com Georges Didi-Huberman

Auditório do Museu de Serralves
29 Março 2014 às 16 Horas

lançamento serralves

«Cinema e poesia: Godard face a Pasolini»

Sinopse: Interrogar-se-ão os laços e as «desligações» entre Godard e Pasolini em torno da questão da natureza «poética» do cinema. Nomeadamente, evocar-se-ão os contributos dos formalistas russos, as questões da metalinguagem em Godard e a da inocência poética em Pasolini.
(comunicação em francês)
Apresentação e moderação: António Preto

A conferência será seguida do lançamento dos livros
Hans Belting – “Antropologia da Imagem”
Jacques Rancière – “Nas Margens do Político”

Conferência organizada por: i2ADS/FBAUP, projecto YMAGO e Fundação de Serralves
Com o apoio de: Institut Français, Alliance Française de Porto, ESMAE/IPP, ISCAP/IPP, DgArtes/Governo de Portugal, FCSH-UNL e jornal Público.

Infelizmente, não poderei estar marcar presença nesta conferência, no entanto, fica a aqui registada a minha sugestão e recomendação da mesma. O motivo para tal é o seguinte: algum descontentamento para com os pensadores que representam uma cultura de Direita com a qual eu me identifico. Tirando Oswald Spengler, Julius Evola, René Guenón, Titus Burckhardt, e na nossa contemporaneidade, o incontornável Alain de Benoist, a “nourriture” necessária para a subsistência intelectual é, de facto, fornecida por alguns pensadores pós-marxistas.  Aparente paradoxo?😉

Numa espécie de antevisão daquilo que podereis ver e ouvir no próximo Sábado, em Serralves, deixo-vos com o registo vídeo de uma conversa realizada no ano passado entre Georges Didi-Huberman et Chantal Pontbriand.