O ARRANCA CORAÇÕES # 76 “GALLAECIA INCOGNITA (PARTE III) ”

 “O Minho, com suas terras e com suas gentes, reservou, desde muito cedo, lugar na literatura que se exprime neste idioma, que nos moldou o carácter e predispôs a alma de “cavaleiros andantes” em busca do mundo. Idioma, que nos uniu na Galécia, sem nos apagar totalmente os rastos celtas que nos imprimiram o acrisolado amor ao torrão natal de que a saudade é a expressão eloquente. […] Idioma, em fim, que, apesar de alguns ventos contrários, nos fez reencontrar a nós, galegos e portugueses, nos caminhos da História que os gerou” [1]; “ […] um galeguista como eu, que muitas vezes afirmo e sempre assumo a minha galeguidade do sul, de entre Minho e Lima […] ” [2].
Salvato Trigo

[1] “O Minho da literatura galaica e portuguesa”, II Congresso Internacional de Literaturas Lusófonas, Setembro 1993, Santiago, NÓS, Revista da Lusofonia, Pontevedra-Braga, 1994, nos 35-40, p. 31

[2] Salvato Trigo, Univ. Porto, “Oliveira Guerra: a convicção das raízes célticas”, p. 203, NÓS, Revista Internacional da Lusofonia, nos 51-58, Ponte Vedra-Braga, 1996-1998

Odin Exchanging His Eye for WisdomOdin Exchanging His Eye for Wisdom by Madeline von Foerster

Na madrugada do próximo Domingo, dia 02 de Março, da 1h às 2h da manhã, vai para o ar mais uma emissão d’O Arranca Corações.
Diz o célebre adágio popular que “ não há duas sem três” e, de facto, a sabedoria vilã aplica-se ipsis verbis à temática subjacente à próxima emissão do nosso programa. Assim, continuaremos a nossa viagem, em toada nostálgica, pelos ignotos territórios de uma Galécia mítica e primordial.
A terceira parte desta viagem será ilustrada musicalmente por nomes como Zwickau, Wolfskin e, mais uma vez, os In Articulo Mortis.

Para aqueles que não possam acompanhar a emissão online do programa deixo aqui as frequências de transmissão da NFM.

frequc3aancias-nfmA Rádio NFM faz bater mais forte o coração da música independente!