RAM MAN | THE QUIVER MADE OF FLESH (Teatro do Campo Alegre)

14 e 15 Fevereiro | Palcos Instáveis | 21h30
Auditório | Teatro do Campo Alegre

ram1Sinopse:
Construção de um espaço cénico habitado por uma pulsão animal, que irrompe a partir de um corpo humano. O lugar que medeia esta transposição de características zoomórficas, é atravessado pelo ímpeto de movimento e de ar, onde um objecto, uma pele, submetido a um processo de metamorfose, é impregnado de vida, gerando um estado de vitalidade.”

Ram Man/The Quiver Made of Flesh é um solo criado durante 2012/2013, onde a ideia de transmutação da matéria ocorre dentro de um corpo. A peça aborda elementos de Aomori, Buyo e Noh (Artes Cénicas Japonesas), inseridos num contexto poético, que relaciona gestos funerários e miméticos. Este solo é inspirado no romance de Haruki Murakami, “Em Busca do Carneiro Selvagem”, que desenvolve a possibilidade de uma ovelha escolher um corpo humano, como a sua residência imortal.

Excerto online: http://vimeo.com/79086663

Website: http://catarinaamiranda.com

Concepção| Luz| Performance| Catarina Miranda
Composição Sonora| Jonathan Uliel Saldanha
Apoio Dramatúrgico| Jonathan Uliel Saldanha, Keiko Yamaguchi, Ryoya Fudetari, Cristina P. Leitão
Colaboração Sonora| Dayana Lucas, Filipe Silva, Yashiro Dounouku Taiko Kai
Assistência de Coreografia| Miranda Markgraf
Suporte| SummerStudios (P.A.R.T.S./Rosas, Be), Dancebox & MaizuruRB (Jp), Dock11 (De), Soopa (Pt), Flocks&Shoals (De), Companhia Instável (Pt), N.E.C. (Pt), Fundação do Museu do Oriente (Pt), A Sala (Pt), Curator’s Lab (Guimarães Capital Europeia da Cultura 2012), PAJ (Pt)
Agradecimentos| Júlio Mendes Rodrigo, M.Miranda, A.Miranda
Espectáculos| Curator’s Lab (Guimarães Capital Europeia da Cultura, 2012), DanceBox (Kobe/Japão,2013), Dock11 (Berlim,2013), Desnorte/ Mosteiro São Bento da Vitória (Porto 2013)

ram2