A Via dos Crocodilos

GoldenDawn_emperorConversazioni Sulle Vie dei Tarocchi” é um documentário interessantíssimo. Neste registo, a determinada altura, Alejandro Jodorowsky fala-nos do quão importante é, por vezes, atirarmo-nos para dentro de um “rio cheio de crocodilos”.

Concordo plenamente com o mestre chileno, sendo que acrescento a necessidade de, por vezes, também ser importante entrar dentro das jaulas povoadas de hienas e chacais. Como diria Nietzsche, convém não esquecer o chicote! Esta medida profiláctica, evitará no futuro que abutres e demais fauna necrófaga, venham  a ter a possibilidade  de se banquetearem de forma opípara com o nosso cadáver.

Permiti-me manter oculto o sentido metafórico da afirmação de Jodorowsky, na expectativa de que os interessados nos segredos arcanos, possam visualizar este filme com o merecido proveito.
Quanto aos meus devaneios, acrescentados à afirmação de OJO D’ORO, apenas me ocorre como pertinente relembrar, em tom semi-enigmático, a seguinte expressão idiomática: Draco Dormiens Nunquam Titillandus!