O Capuchinho Vermelho revisitado

O Capuchinho Vermelho” é parte integrante do nosso imaginário colectivo desde o longínquo ano de 1687, aquando da primeira versão impressa da autoria de Perrault. Embora muitos autores apontem como antecessores remotos do texto perraultiano, narrativas que remontam à Grécia Antiga, através das versões de Pausanias (séc.II a.C), Calímaco (séc.III a.C), ou ainda à Idade Média através de um curto texto escrito por Egberto de Lieja (Fecunda Ratis), só no séc. XX e com a assinatura dos irmãos Grimm (1812), é que se começa a cimentar a matriz deste conto oral que se assumirá como fulcral à sua solidificação como referente colectivo.

No universo literário português, este conto aparece-nos sobre a forma reescrita, imitativa, subversiva ou até paródica. Destacam-se, Guerra Junqueiro, “O Chapelinho Encarnado”, Contos para a Infância (1877), as adaptações dramáticas de Maria Paula AzevedoTheatro para Crianças” (1923) E Alice GomesA Nau Catrineta e a Outra História do Capuchinho Vermelho” (1967). Outros textos existem no âmbito da designada literatura infanto-juvenil como “O Gorro Vermelho”, de Ana Saldanha (2002), “O Capuchinho Vermelho na versão que as crianças mais gostam” de Richard Câmara ou ainda “O Capuchinho Cinzento”, de Matilde Rosa Araújo (2005).

O leitor mais interessado na temática atrás exposta poderá ler com interesse o seguinte texto: “O Capuchinho Vermelho revisitado: leituras de História do Capuchinho Vermelho contada para as crianças e nem por isso, de Manuel António Pina”, da autoria de Sara Reis da Silva.

Agora proponho-vos uma viagem pelo mundo da artista Beatriz Martin Vidal. Esta espanhola, natural de Valladolid possui um portefólio bastante interessante onde se destacam distintas séries, díspares entre si, quer na abordagem, quer a nível das técnicas utilizadas. Destaco as galerias dedicadas aos “Contos Russos”, “Contos de Fadas” e “Carmilla”, que foi tema das ilustres páginas que lhe foram consagradas por autores como Gautier, Sheridan Le Fanu ou mesmo Edgar Allan Poe. Para já deixo-vos aqui com a sua série “Little Red Riding Hood”.

Para que quiser conhecer um pouco melhor da obra da artista fica aqui o link para o seu site.

http://beatriz.carbonmade.com/

Premonition

First Encounter

Grandma and Wolf

Coming Out thee Wolf

Second Wolf